RESSECÇÃO DE TUMORES CUTÂNEOS

38ab91b1-f6a8-40dc-9387-4337f7631f4f-2533-0000020a023b64ba_tmp.jpg

Consiste na retirada (parcial ou total) de lesões de pele (benignas ou malignas), respeitando as características da patologia em questão e buscando o melhor resultado estético-funcional possível.

Dentre os diversos tipos de tumores benignos, destacam-se: nevos, siringomas, quelóides, lipomas, cistos, leiomiomas, neuromas, hemangiomas, entre outros.

Entre as lesões malignas, os tumores mais comuns são: carcinoma basocelular (cbc), carcinoma epidermóide ou espinocelular (cec) e melanoma.


A cirurgia é indicada para mim?

Nem toda lesão de pele exige retirada cirúrgica. Após a devida avaliação por médico qualificado, que examinará a lesão e os dados pessoais pertinentes, serão discutidas com o paciente as possíveis condutas, que variam desde o simples acompanhamento periódico, passando por tratamentos não cirúrgicos, até a cirurgia propriamente dita.

Nos casos de tratamento cirúrgico, há ainda diversas possibilidades de planejamento, que deverão ser discutidas com o paciente.

Etapas do procedimento
Recuperação pós-operatória
logomarca-transparente-e1482456485944.png

Dr. Rafael Souza

Médico • Cirurgião Plástico
CRM/SC 14.868 | CRM/SP 153.133 | RQE 12.591

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico. A fonte de todas as informações sobre os procedimentos é Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

AGENDE SUA CONSULTA!
Telefone: (48) 9 9662-2211 (WhatsApp)
face-ball.png
insta-ball.png
Copyright © 2021 Todos os direitos reservados.